Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Boxe: Wanderson de Oliveira perde para bicampeão mundial nas quartas

Publicado

em

Boxe: Wanderson de Oliveira perde para bicampeão mundial nas quartas

A missão era ingrata. O carioca Wanderson de Oliveira precisava bater o atual bicampeão mundial e pan-americano, Andy Cruz, que já o havia vencido em 2019. A luta valia um lugar nas semifinais do peso-leve (até 63kg) masculino e uma medalha no boxe olímpico (não há disputa de terceiro lugar na modalidade). “Shuga” se esforçou, mas deu a lógica: vitória do cubano por decisão dividida (4-1) nas quartas de final na manhã desta terça-feira.

Apesar da eliminação de Wanderson, a seleção brasileira de boxe tem garantido que, na Tóquio 2020, igualará seu melhor desempenho em Olimpíadas. São três medalhas, de Hebert Conceição, Abner Teixeira e Beatriz Ferreira, assim como em Londres 2012, com Adriana Araújo, Esquiva Falcão e Yamaguchi Falcão.

Andy Cruz (direita) acerta direto de direita em Wanderson de Oliveira (esquerda) nas quartas de final — Foto: Pool via REUTERS/Luis Robayo

Andy Cruz (direita) acerta direto de direita em Wanderson de Oliveira (esquerda) nas quartas de final — Foto: Pool via REUTERS/Luis Robayo

 

Cruz abriu os trabalhos com um jab certeiro. Mas Wanderson não se intimidou: tomou o centro do ringue e jogou bons jabs de esquerda e diretos de direita. Ele também variava bem os golpes na linha de cintura e em cima. Cruz também soltava bons diretos de direita e conectou bem na reta final do round com um cruzado de direita. Os dois encerraram o assalto com uma troca franca, com bons golpes dos dois lados.

O brasileiro andava para frente o tempo todo e esquivava a maioria dos golpes. Mas o cubano também pendulava muito bem e evitava os melhores golpes de Wanderson. Alguns cruzados de Cruz conectaram bem, especialmente com a direita. O carioca pareceu ficar mais ansioso na segunda metade, jogando muitos golpes no vazio. Ele terminou o assalto bem, com um uppercut e um cruzado de direita.

Wanderson de Oliveira (esq.) sofre um uppercut de Andy Cruz (dir.) — Foto: REUTERS/Carl Recine

Wanderson de Oliveira (esq.) sofre um uppercut de Andy Cruz (dir.) — Foto: REUTERS/Carl Recine

Em desvantagem no combate, Wanderson foi para cima no round final. Cruz apenas cozinhava o combate. O cubano resolveu acelerar no minuto e meio final, andando para frente e conectando bem com o jab e direto. Cruz parecia determinado a vencer de forma convincente, e deu show de esquiva na reta final. Quatro juízes apontaram vitória de Andy Cruz, e um deu o triunfo de Wanderson.

– Foi uma luta de bastante experiência, tive que fazer o jogo reverso, que não é muito meu jogo. Ele é bem ágil, o Andy é bom. Gostei bastante do combate, bastante acirrado, e vou me preparar melhor para no próximo campeonato bater de frente com ele. É uma emoção enorme, é muito difícil alguém como eu da comunidade chegar nos Jogos Olímpicos, e eu consegui chegar e estou representando o Brasil todo – afirmou Wanderson, de cabeça erguida.

Wanderson comenta sobre sua participação "É muito difícil alguém como eu da comunidade chegar nos jogos olímpicos"- Olimpíadas de Tóquio

Wanderson comenta sobre sua participação “É muito difícil alguém como eu da comunidade chegar nos jogos olímpicos”- Olimpíadas de Tóquio

.

.

.

Fontes: Ge – Globo Esporte.

mais lidas