Siga nossa Redes

Bastidores

Bastidores – Jair Viana

Dia a Dia

Publicado

em

Bastidores - Jair Viana

ARQUIVOU

O vereador Jean Dornelas (PRB) comemora até 2020 o arquivamento do processo aberto por denúncia de que teria comprado parte ou o total dos quase 7 mil votos que obteve nas eleições de 2016. Acusado de oferecer churrascadas e outras coisas, o vereador aguentou a pressão de uma longa investigação. O juiz Paulo Romero Rodrigues, da 267ª Zona Eleitoral arquivou na segunda (21).

ALIVIADO

O ex-coordenador da campanha de Dornelas, Elias Cordeiro foi outro que comemorou muito o arquivamento do processo. Ele ficou mais feliz ainda por ver que foi o promotor, um dos mais rigorosos, José Heitor dos Santos, quem pediu para que o juiz esquecesse o caso.

ACELERA

O presidente da CPI da Emurb, vereador Marco Rillo (PT) acelera a entrega do relatório das investigações sobre supostas irregularidades na Empresa Municipal de Urbanismo (Emurb). O relatório está a cargo do vereador Gerson Furquim (PP), que não abre nada sobre o que pretende escrever.

PROCESSANTE

Nos bastidores da Câmara e do governo, a expectativa é que Gerson Furquim possa encaminhar o relatório ao plenário da Câmara, sugerindo a instalação de uma Comissão Processante contra o prefeito Edinho Araújo (MDB). O motivo principal: o prefeito saberia do uso indevido do aporte financeiro de R$ 350 mil para da Emurb.

EMPRESÁRIO

Outro que deverá ter atenção especial do relator, segundo a coluna apurou, seria o empresário Wagner Costa. Ele chegou a denunciar que o refeito sabia que a Emurb não precisava de recurso algum para digitalizar a Área Azul. Costa pode ser denunciado por ter sido favorecido na licitação para a digitalização.

VAZOU

O vazamento de um e-mail oficial do governo paulista coloca o governador Mário França (PSB) na mira do Ministério Público. Uma mensagem com críticas ao plano de governo do candidato João Doria (PSDB) vazou para alguém que trabalha em sua equipe. A mensagem foi enviada á subsecretária de Ação Estratégica, Vivian Satiro. Ocorre que foi uma cópia para uma assessora de Doria.

Publicidade
Publicidade

mais lidas