Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Política

Barroso nega enviar suspeitas sobre dono da Rodrimar no inquérito dos portos para a primeira instância

Publicado

em

Barroso nega enviar suspeitas sobre dono da Rodrimar no inquérito dos portos para a primeira instância

Pedido havia sido feito pelos advogados do dono da empresa. Inquérito investiga se o presidente Michel Temer editou decreto para favorecer irregularmente empresas do setor de portos.

O ministro Luís Roberto Barroso, relator no Supremo Tribunal Federal (STF) do inquérito que investiga o presidente Michel Temer na edição de um decreto para o setor de portos, rejeitou pedido para enviar para a primeira instância as suspeitas sobre o dono da empresa Rodrimar, Antonio Celso Grecco. O pedido era de defesa de Grecco.

No inquérito, Temer é suspeito de receber propina para beneficiar as empresas do setor portuário, entre elas a Rodrimar e o Grupo Libra.

Barroso atendeu parecer da Procuradoria Geral da República, que considerou que, para continuidade adequada da investigação, o caso deve continuar a correr todo junto no STF, mesmo contra os investigados sem foro privilegiado. A Procuradoria também foi contra o arquivamento.

A defesa da empresa do setor de portos pediu ao ministro Barroso que a investigação fosse encerrada em relação à Rodrimar porque a própria polícia, em relatório de análise, já apontou que não há indícios de que a empresa tenha sido beneficiada com o decreto.

Além disso, os advogados sustentaram que o caso não deveria permanecer no STF e ir para primeira instância porque “a empresa não está envolvida em nenhum fato ocorrido durante o mandato do atual Presidente da República”.

Os argumentos não foram aceitos pelo ministro. Nesta semana, Barroso autorizou a prorrogação do inquérito para que a PF conclua a investigação até o começo de setembro.

mais lidas