Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

Banco Mundial diz que Weintraub só poderá ser indicado quando terminar seu mandato, em outubro

Publicado

em

Banco Mundial diz que Weintraub só poderá ser indicado quando terminar seu mandato, em outubro

Nome precisa ser aprovado por grupo de países que o Brasil integra no Banco Mundial.

O Banco Mundial informou por meio de nota que recebeu do governo brasileiro a indicação de Abraham Weintraub, ministro demissionário da Educação, para ocupar um cargo de diretor da instituição. O banco disse ainda que o nome de Weintraub terá que ser aprovado por um grupo de países e que o eventual mandato termina em outubro, quando uma nova indicação teria que ser feita.

A saída do ministro do governo foi anunciada nesta quinta-feira (18) em um vídeo, divulgado nas redes sociais, do qual participaram Weintraub e o presidente Jair Bolsonaro. Weintraub vinha se desgastando politicamente nas últimas semanas, após dirigir ofensas a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

De acordo com o Banco Mundial, a vaga para a qual o governo decidiu mandar Weintraub faz parte de um conselho de diretores, que abriga representantes dos países. O grupo específico que o Brasil integra reúne Colômbia, Filipinas, Equador, República Dominicana, Haiti, Panamá, Suriname e Trinidad e Tobago. Essas nações terão que aprovar a indicação de Weintraub.

“O Banco Mundial recebeu uma comunicação oficial das autoridades brasileiras que indica o Sr. Abraham Weintraub para Diretor Executivo representando o Brasil e demais países do seu grupo (constituency) no Conselho de Diretores Executivos do Grupo Banco Mundial”, afirmou o banco na nota.

“Se eleito pelo seu constituency, ele cumprirá o restante do atual mandato que termina em 31 de outubro de 2020, quando será necessária uma nova nomeação e nova eleição”, explicou o Banco Mundial.

A instituição reforçou que diretores-executivos não são funcionários do Banco Mundial, “mas representantes dos nossos 189 acionistas”.

De acordo com o G1, o salário do cargo que Weintraub deverá ocupar é de US$ 250 mil ao ano (cerca de R$ 1,34 milhão, em valores de hoje). Ele terá que morar em Washington.

mais lidas