Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

Atentado suicida mata dezenas de civis em Cabul, no Afeganistão

Publicado

em

Atentado suicida mata dezenas de civis em Cabul, no Afeganistão

Explosão de veículo ainda feriu 42 pessoas e destruiu lojas e carros. Talibã reivindicou a ação.

Pelo menos 24 civis morreram e outros 42 ficaram feridos em um atentado suicida nesta segunda-feira (24), em Cabul, no Afeganistão. O veículo explodiu em uma rua próxima a uma área residencial onde vivem funcionários afegãos no oeste da cidade. O Talibã reivindicou a ação.

O porta-voz do Ministério do Interior, Najib Danish, anunciou, na sua página oficial no Facebook, que todas as vítimas eram civis. A explosão do veículo aconteceu pouco antes das 7h (horário local, 23h30 de domingo, 23, em Brasília), em uma rua no Distrito Policial 3 no oeste da capital afegã.

Carro-bomba atinge ônibus e deixa mortos e feridos no Afeganistão

Carro-bomba atinge ônibus e deixa mortos e feridos no Afeganistão

Ainda que o local onde tenha ocorrido a explosão fique próximo a uma área residencial, o atentado afetou sobretudo lojas e estabelecimentos situados em ambos os lados da rua. Danish afirmou que 15 lojas e três veículos também foram danificados na explosão.

O porta-voz dos talibãs, Zabihullah Mujahid, em um comunicado, afirmou que o objetivo era atingir dois micro-ônibus com “interrogadores” dos serviços de inteligência afegãos.

“Dois micro-ônibus estavam há dois meses sob vigilância e foram atacados depois que pegaram todos os passageiros”, disse Mujahid, acrescentando que os veículos iam para a sede dos serviços de inteligência na capital afegã.

A agência de inteligência Diretório Nacional de Segurança rejeitou a versão dos talibãs, ao afirmar que esse departamento “não utiliza ônibus para transportar seus funcionários”.

Mulheres afegãs lamentam e choram em frente a um hospital de Kabul após um ataque suicida  (Foto: Mohammad Ismail / Reuters)

Mulheres afegãs lamentam e choram em frente a um hospital de Kabul após um ataque suicida (Foto: Mohammad Ismail / Reuters)

mais lidas