Destaque Principal Mundo

Assassino que decapitou bebê de 8 meses será executado com tiro na cabeça

Redação
Escrito por Redação

Viktar Syarhel, 48, renunciou ao direito de buscar clemência do presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko. Mãe enfrenta 25 anos de prisão

Após a renuncia, o homem que matou e decapitou a menina Hanna, de oito meses, será executado com um tiro na parte de trás da cabeça. Além dele, a mãe da bebê, Nataliya Kolb, de 26 anos, enfrenta 25 anos de prisão. Ela e Viktar, que é um amigo da família, estavam bebendo no apartamento dela quando mataram a menina.

A criança teve 46 ferimentos pelo corpo e foi morta com uma faca de cozinha. O tribunal responsável por julgar o caso determinou que o assassinato foi cometido com “crueldade particular”.

O marido de Nataliya, Leonid, de 28 anos, se deparou com a filha decapitada e uma poça de sangue. Ele chegava na residência com os demais filhos do casal.

Por lei do país, apenas homens podem receber a pena de morte. A Bielorrússia é o último país europeu que ainda impõe a perda da vida para crimes graves. O método de pena de morte adotado no país é semelhante ao utilizado na extinta União Soviética, nos tempos de Stalin.

 

 

 

Sobre o autor

Redação

Redação

%d blogueiros gostam disto: