Para início de conversa
1 – Informe-se sobre o projeto e avalie prós e contras.
2 – Depois disso, se decidir que deseja seguir a carreira pública, vá para o passo “3”; caso contrário, sem problemas, vá para o último parágrafo desta matéria.
3 – Pesquise as áreas de atuação e escolha em qual deseja trabalhar como servidor. Veja algumas aqui.
4 – Conheça as matérias básicas da área escolhida e inicie o estudo por elas.
5 – Prepare um calendário do mês e anote ali a sua rotina.
6 – Reserve de 6 a 8 horas diárias de sono, 1 dia de folga e os horários das refeições.
7 – Defina claramente quais serão os horários destinados ao estudo.
8 – Inclua atividade física na sua rotina (ao menos uma caminhada de 40 minutos, 3 vezes por semana).
9 – Informe-se sobre as formas de estudo: curso presencial, curso online, consultoria.
10 – Dê o passo decisivo agora: ligue para saber quando começa a próxima turma, mande e-mail, agende entrevista com o consultor. O ano começa na segunda-feira, dia 2 de janeiro, e você já deverá estar produtivo naquela data.

Na hora de estudar
1 – Uma dinâmica equilibrada deve incluir leitura da teoria, resolução de exercícios didáticos com consulta, elaboração de materiais para revisão, revisões e resolução de provas anteriores.
2 – Estude todas as disciplinas do “pacote básico” de forma alternada – uma a cada dia da semana ou uma a cada período do dia, para avançar com todas ao mesmo tempo.
3 – Defina com antecedência o que será estudado a cada dia, para não perder tempo.
4 – Busque um local silencioso, confortável e bem iluminado para estudar.
5 – Faça pausas de 15 minutos a cada hora e meia ou duas de estudo; faça intervalos maiores entre os turnos da manhã e da tarde, e da tarde e da noite (se você estudar durante todo o dia).
6 – O estudo pode ser individual ou em grupo; teste as duas modalidades e faça a sua escolha.
7 – Não se disperse com redes sociais, celular ou outras distrações: respeite a hora de começo e de fim do estudo.
8 – Sublinhar as informações importantes durante a leitura da teoria ajuda a fixar os conteúdos e facilita na hora de preparar o material para revisões.
9 – Fichas-resumo são muito interessantes e podem funcionar melhor do que resumos.
10 – Resolver provas de concursos que já aconteceram é uma providência essencial para a aprovação.

Não existe técnica certa ou errada: faça os ajustes e descubra o que funciona para você, observando sempre se o tempo gasto é compatível com o conhecimento adquirido.
Avaliando a trajetória
1 – Ser aprovado num concurso público é tarefa que pode levar de alguns meses a alguns anos – esteja ciente disso e prepare-se (imagine que está iniciando uma faculdade, por exemplo).
2 – O candidato passa muito tempo investindo e só materializa o retorno com a aprovação – essa é a parte difícil.
3 – A trajetória pode ser dividida em fases e é muito parecida para todos os que são bem sucedidos: empolgação, primeiras dificuldades, extremo cansaço, quase aprovação (risco de desistência) e aprovação.
4 – É muito comum (quase obrigatório) sofrer alguma reprovação – ou várias.
5 – Não interrompa os estudos quando não houver um bom edital: aproveite para reforçar as matérias básicas.
6 – O momento em que você quase for aprovado (às vezes por uma questão) é o mais doloroso de todos; mas acredite que isso significa que você está muito perto de conseguir.
7 – Seja objetivo quanto à sua evolução no estudo: assim como um atleta, a sua capacidade de concentração e atenção devem aumentar gradativamente, e o nível de conhecimento nas matérias, também.
8 – Não faça todas as provas que aparecerem: mantenha o foco na área escolhida e não se perca em concursos com disciplinas muito diferentes das que você está estudando.
9 – O resultado das provas é um parâmetro importante para avaliar a sua evolução; não procure desculpas e, sim, veja o que pode ser melhorado.
10 – Uma trajetória de sucesso começa com reprovações; depois, o candidato passa a fazer os critérios mínimos exigidos no edital, mas ainda fica fora das vagas; mais adiante, consegue se classificar em cadastro de reserva; se continuar firme, a etapa seguinte será de aprovações dentro das vagas.

O mais importante é seguir em frente, independentemente das dificuldades do caminho. Talvez o requisito mais importante seja exatamente a perseverança. É uma trajetória de muitos passos e não acaba enquanto você não der o último, aquele que leva à vaga.

Informações gerais
A grande maioria das pessoas que está se preparando para concursos enfrenta dificuldades, sejam elas financeiras, de tempo, de falta de apoio, de aprendizado – você não é o(a) único(a).
Os requisitos exigidos no edital são necessários para ocupar o cargo e só precisarão ser comprovados no momento da posse ou contratação.
Ser aprovado em cadastro de reserva não garante que você será convocado – pode surgir ou não a sua vaga.
Ser aprovado dentro das vagas oferecidas no edital garante que você será chamado até o fim do prazo de validade do concurso.
Mesmo depois da aprovação, a administração pública pode demorar a chamar; não gaste “por conta” e continue estudando e prestando outros concursos.
No fim de tudo, você verá que todo o empenho e sacrifícios terão valido a pena.

Desejo que 2017 seja um ano de harmonia e encontros verdadeiros. Que possamos, sinceramente, nos dispor a enxergar e ouvir o outro, com menos certezas e mais acolhimento.

Também desejo sucesso na sua caminhada.