Destaque Principal Geral

Após Sara Winter divulgar endereço, multidão vai ao hospital contra o aborto

REPRODUÇÃO | (IG)
Redação
Escrito por Redação

Várias pessoas foram até o local protestar contra o aborto pelo qual a criança de 10 anos passará após ser estuprada

Sara Winter, conhecida militante da extrema-direita, divulgou na tarde deste domingo (16), através de suas redes sociais, o nome da  menina de 10 anos que engravidou após um estupro. Além disso, ela também divulgou o endereço do hospital em que a criança está internada para a realização de um aborto.

Na postagem, Sara escreveu o endereço do hospital, revelou o primeiro nome da menina e usou o termo “aborteiro” para se referir ao suposto médico que realizaria o procedimento. Em seguida, ela pediu que seus seguidores rezassem e “colocassem os joelhos no chão”.

Também na tarde deste domingo (16), várias pessoas se reuniram na unidade de saúde em questão para se manifestar contra o aborto. “Tem um grupo de religiosos em frente ao hospital em que a menina de 10 anos está realizando um aborto devido ao estupro que sofreu — repito ESTUPRO — chamando o médico de assassino”, informou um internauta.

O médico responsável pelo procedimento na garota tentou explicar para um grupo o direito que ela tem de realizar o procedimento, garantido pela Justiça — em vão.

O grupo ainda tentou invadir o hospital.

 

 

 

 

 

 

 

IG

Sobre o autor

Redação

Redação

%d blogueiros gostam disto: