Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

Após dois meses de retiradas, Brasil registra ingresso de dólares em outubro

Publicado

em

Após dois meses de retiradas, Brasil registra ingresso de dólares em outubro

Entrada de recursos superou retirada em US$ 334 milhões no mês passado. Na parcial do ano, houve ingresso líquido de US$ 17,44 bilhões na economia brasileira.

Após dois meses consecutivos de retiradas de recursos do país, o Banco Central informou nesta quarta-feira (7) que foi contabilizado um ingresso de US$ 334 milhões na economia brasileira no mês de outubro.

Em agosto, foi computada a retirada de US$ 4,25 bilhões do país e, em setembro, outros US$ 6,13 bilhões deixaram o país. Deste modo, nos últimos dois meses, mais de US$ 10 bilhões foram retirados do Brasil.

A saída de recursos nos dois últimos meses aconteceu em um período que coincidiu com a corrida eleitoral e com o aumento das tensões comerciais entre Estados Unidos e China.

Na parcial deste ano, até a última quinta-feira (1), US$ 17,444 bilhões ingressaram na economia brasileira, de acordo com dados oficiais do Banco Central.

Impacto no dólar

A entrada de dólares favoreceria, em tese, a queda da cotação da moeda norte-americana em relação ao real. Isso porque, com mais dólares no mercado, o preço tenderia, teoricamente, a recuar.

Em outubro, de fato, houve forte queda 7,80% no preço do dólar, no que foi o maior recuo mensal desde junho de 2016 (11,05%).

Segundo analistas de mercado, além do fluxo de dólares, outros fatores influenciam a cotação da moeda:

  • tensões ou alívio político decorrentes das eleições
  • o processo gradual de alta dos juros nos EUA, que tende a atrair capital para aquela economia
  • disputas comerciais entre países desenvolvidos
  • especulação financeira

Cotação do dólar

Nesta quarta-feira, o dólar opera em alta depois de recuar mais cedo, com o mercado monitorando o resultado das eleições legislativas nos EUA e o noticiário político doméstico.

Às 12h48, a moeda norte-americana subia 0,65%, vendida a R$ 3,7828. Na mínima do dia até o momento, a moeda norte-americana foi a R$ 3,7228 e, na máxima, a R$ 3,7878.

O Banco Central vendeu nesta sessão 13,6 mil contratos de swap cambial tradicional, equivalente à venda futura de dólares. Desta forma, rolou US$ 2,72 bilhões do total de US$ 12,217 bilhões que vence em dezembro. Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral.

mais lidas