Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Análise: São Paulo amadurece com garotos e tem melhor atuação do ano na Vila Belmiro

Publicado

em

Governo enviou 300 servidores para ajudar em buscas no Amazonas

Era a Vila Belmiro, mas poderia ser Morumbi, CT da Barra Funda ou Cotia. O São Paulo se apresentou diante do Santos, na casa do rival, de uma maneira madura, simbolizada nos desempenhos dos jovens Diego Costa e Pablo Maia. Duas crias de Cotia que atuaram em alto nível na melhor apresentação são-paulina na temporada de 2022.

O placar de 3 a 0 foi construído de maneira gradual. Se no primeiro tempo o São Paulo achou o gol na qualidade individual de Nikão e Eder, que combinaram cruzamento e cabeçada certeira, na etapa final o Tricolor controlou o jogo da maneira que quis.

Defensivamente, Rogério Ceni corrigiu um problema evidente ao substituir Reinaldo por Léo. O primeiro sofreu com Ângelo no 1 contra 1, e o setor fragilizado foi bem explorado pelo Santos, que terminou o primeiro tempo dominando o clássico. A partir da entrada de Léo, o jovem santista enfrentou mais dificuldades.

Na zona central da defesa, Pablo Maia reforçou o setor e distribuiu bem o jogo, chegando até a finalizar de fora da área.

Mais atrás, Diego Costa viveu uma das melhores atuações individuais desde a promoção ao time de cima. Diante de Marcos Leonardo, perdeu poucos duelos e justificou o espaço dado neste início de ano.

Mais do que citar destaques individuais, o coletivo do São Paulo apareceu. Contra uma equipe que cede muitos espaços, a ideia de jogo de Rogério Ceni apareceu, com posse de bola, controle e movimentação.

O 3 a 0 veio ao natural, conforme o ritmo exibido por uma formação consistente de time na Vila Belmiro. Foram pelo menos 45 minutos para se absorver e levar de exemplo para o restante da temporada. O São Paulo está invicto há quatro jogos e amadurece, a cada jogo, um time. Rogério Ceni tem um plano.

.

.

.

.

.

GE

mais lidas