Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Análise: Santos derrapa e se complica no Brasileirão; reforços da Copa vão resolver?

Publicado

em

Análise: Santos derrapa e se complica no Brasileirão; reforços da Copa vão resolver?

Após empatar com o líder na quarta passada, Peixe perde confronto direto contra o rebaixamento

O Santos perdeu para o América-MG por 1 a 0, no último domingo, na Vila Belmiro, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado deixou o Peixe flertando mais uma vez com a zona do rebaixamento.

Tudo bem, o lance do gol do Coelho foi discutível. Numa disputa de espaço, Alison se chocou com Marquinhos, e juiz marcou pênalti. Há lances piores em que a arbitragem manda o lance seguir.

Tudo bem também que o Santos finalizou 32 vezes contra apenas duas do adverários. Em chances reais de gol, o placar foi 8 a 1, mas não são esses números que valem os três pontos…

O Santos continua sendo 8 ou 80 no Brasileirão. Prova disso foi o domínio contra o líder Flamengo na quarta-feira passada, também em casa. Mais que isso, o Peixe soube ter paciência e rodou a bola até achar oportunidades.

Contra o América-MG, que começou a rodada a um ponto do Santos, houve desespero, com o time de Serginho Chulapa adiantando a zaga, alçando diversas bolas na área e não aproveitando as chances.

Bruno Henrique lamenta uma das chances perdidas do Santos (Foto: Agência Estado)

Bruno Henrique lamenta uma das chances perdidas do Santos (Foto: Agência Estado)

O desespero foi tão evidente que David Braz esteve em todas as partes do campo. Tentou armar a equipe, fez alguns cruzamentos para área e arriscou alguns chutes que foram para fora – veja na foto abaixo:

Na imagem, zaga do Santos no meio-campo e Braz arriscando outro chute (Foto: Reprodução/Canal Premiere)

Na imagem, zaga do Santos no meio-campo e Braz arriscando outro chute (Foto: Reprodução/Canal Premiere)

Gabigol também segue em altos e baixos, assim como o Santos na competição. Fez o gol contra o Flamengo. Porém, no domingo, perdeu muitas oportunidades e não produziu. Foi substituído por Arthur Gomes, com a torcida santista comemorando a troca.

Nos cruzamentos, o Santos bateu o recorde da competição deste ano: foram 69, errando 56. Mesmo no ataque contra a defesa a partir dos 20 minutos, o time de Serginho Chulapa só acertou o alvo em 20% das tentativas, segundo o Footstats.

Um aspecto positivo: Diego Pituca e Alison seguem em sintonia e com vibração. Os volantes desarmam e brigam pelas divididas. Além disso, o primeiro tem habilidade para armar a equipe, preenchendo uma lacuna que poderá ser ocupada pelo costarriquenho Bryan Ruiz, que ainda não tem data para estrear. O volante uruguaio Carlos Sánchez, também já apresentado, continua a preparação física.

Bryan Ruiz (7) treinou com os novos companheiros na semana passada (Foto: Gabriel dos Santos)

Bryan Ruiz (7) treinou com os novos companheiros na semana passada (Foto: Gabriel dos Santos)

Detalhe: ainda não deu para entender o motivo de Serginho Chulapa ter tirado Pituca para colocar Jean Mota. O volante vinha sendo um dos mais lúcidos contra o América-MG.

A dupla Victor Ferraz e Rodrygo também teve algum destaque. Ambos foram responsáveis pelas jogadas mais perigosas no primeiro tempo e tinham tido boa participação contra o Flamengo. O atacante tem ajudado na cobertura da defesa.

O pior: se com Rodrygo o time não conseguiu achar o empate, na quarta-feira pode ser mais difícil. O camisa 9 teve uma trauma no tornozelo esquerdo e será reavaliado nesta segunda-feira. O atacante pode não enfrentar o Cruzeiro, na Vila Belmiro, no jogo de ida quartas de final da Copa do Brasil.

Sem técnico há uma semana, o Santos se reapresenta na manhã desta segunda-feira, no CT Rei Pelé.

*Colaborou sob supervisão de Mateus Benato

mais lidas