Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Análise: Palmeiras une rara desorganização a pouca efetividade e segue sem embalar

Publicado

em

Análise: Palmeiras une rara desorganização a pouca efetividade e segue sem embalar

Verdão dá espaço ao Bragantino, esbarra em Cleiton e encerra série positiva no Brasileirão

O Palmeiras encerrou sua sequência de vitórias no Campeonato Brasileiro com uma atuação atípica em Bragança Paulista (SP). Com muitos erros defensivos, o time de Abel Ferreira perdeu para o Red Bull Bragantino por 3 a 1, nesta quarta-feira, e perdeu a chance de subir na briga pela ponta do Brasileirão.

A falta de organização sem a bola chamou a atenção, já que é raro ver o Verdão do técnico português com tanta dificuldade. Ainda que o Bragantino não tivesse Claudinho, a equipe quando atacou soube envolver o Palmeiras com um toque de bola qualificado.

Ytalo foi o destaque do Bragantino e fez os três gols contra o Palmeiras — Foto: Diogo Reis/AGIF

Ytalo foi o destaque do Bragantino e fez os três gols contra o Palmeiras — Foto: Diogo Reis/AGIF

Sem Luan, Gustavo Gómez e após a saída de Alan Empereur, Abel tem na zaga um de seus maiores problemas. E o técnico, sem abrir mão da linha de três defensores, tentou improvisar dois jogadores na primeira linha: Mayke e Felipe Melo, que formaram o trio de defesa com Renan.

A utilização de atletas de outras posições na zaga não é novidade, mas isto unido a um meio-campo que marcou pouco com Danilo Barbosa, Raphael Veiga e Gustavo Scarpa gerou uma instabilidade que fez com que o Bragantino, sempre que atacou, conseguisse levar algum perigo à meta de Vinicius Silvestre.

O cenário já ficou complicado logo de cara, pois na primeira grande oportunidade dos donos da casa, Vinicius rebateu mal, e o Palmeiras saiu atrás do placar aos dez minutos.

A equipe no primeiro tempo até apresentou boas saídas para buscar o empate, seja por cruzamentos para Deyverson ou jogadas construídas por Gustavo Scarpa, mais uma vez o mais lúcido. Só que o goleiro Cleiton teve uma atuação destacada e fez importantes defesas.

A partir de uma boa trama concluída por Ytalo, que venceu Felipe Melo na corrida, a derrota por 2 a 0 ainda no primeiro tempo complicou muito a vida do Palmeiras, uma equipe que tem dificuldades para virar placares adversos.

Confira a coletiva de Abel Ferreira, após derrota do Palmeiras para o Bragantino

Confira a coletiva de Abel Ferreira, após derrota do Palmeiras para o Bragantino

Abel tentou deixar o Verdão mais ofensivo, mas fez uma escolha errada especialmente quando passou Scarpa para a lateral esquerda, pensando nos cruzamentos do camisa 14, e tirou Deyverson. O centroavante é o único jogador que tem a bola aérea como forte neste ataque do Verdão, que ficou ainda mais vulnerável e encontrou mais dificuldades para buscar o empate.

O Palmeiras diminuiu com Breno Lopes, mas a impressão nos 15 minutos finais era de que o Bragantino estava mais perto de ampliar do que o Verdão de empatar. Foi o que aconteceu aos 42, quando Ytalo fechou o placar, com uma troca de bolas sem dificuldades, inclusive dentro da área.

Os desfalques estão sendo um problema para o Verdão neste início do Brasileiro, mas a ausência de titulares não foi o único motivo para o resultado dessa quarta.

A derrota não é o motivo para crise, só que o jogo poderia ser o ponto para confirmação do Palmeiras como um dos times mais seguros deste campeonato. Não foi o que aconteceu. E para piorar, voltou a escancarar as divergências entre Abel Ferreira e a diretoria. Como brinca o torcedor: “Palmeirense não tem um dia de paz”.

.

.

.

Fontes: Ge – Globo Esporte.

mais lidas