Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Ana Patricia e Rebecca perdem para dupla de Letônia no vôlei de praia

Publicado

em

Ana Patricia e Rebecca perdem para dupla de Letônia no vôlei de praia

Ana Patricia e Rebecca perderam para Graudina e Kravcenoka, da Letônia, por 2 sets a 1 (parciais de 15/21, 21/12 e 12/15) na segunda rodada do vôlei de praia feminino. Em uma atuação de altos e baixos, com direto à recuperação no segundo set e erros no tie break, a dupla brasileira conheceu a sua primeira derrota na competição – a estreia foi com vitória diante do Quênia. Agora decidirá a classificação para as oitavas de final na última rodada do Grupo D na sexta-feira.

Graudina comemora ponto da Letônia contra o Brasil — Foto: John Sibley/Reuters

Graudina comemora ponto da Letônia contra o Brasil — Foto: John Sibley/Reuters

A partida foi disputada na noite desta terça-feira (manhã de quarta em Tóquio) e, diferentemente de outros dias, ocorreu com sol. A previsão era de um duelo equilibrado. Graudina e Kravcenoka são as atuais 15ª do mundo e tinham sido superadas na primeira rodada por Claes e Sponcil, dos Estados Unidos. A dupla brasileira ocupa o 16º lugar no ranking mundial.

A situação no Grupo D está indefinida. Os EUA enfrentam as quenianas Makokha e Khadambi nesta quarta e depois o Brasil na sexta-feira às 21h (de Brasília). As letãs se recuperaram e enfrentam o Quênia, em tese a dupla mais frágil da chave, também na sexta.

Ana Patricia ataca para marcar mais um ponto ao Brasil — Foto: John Sibley/Reuters

Ana Patricia ataca para marcar mais um ponto ao Brasil — Foto: John Sibley/Reuters

O regulamento da competição prevê a seguinte dinâmica: são seis grupos com quatro duplas, e as duas primeiras avançam. Além disso, as duas melhores terceiras também passam. As outras quatro terceiras jogam entre si, em uma espécie de repescagem, para apontar mais duas duplas que totalizarão 16 participantes das oitavas de final.

Primeiro set

 

O Brasil começou errando os dois primeiros saques e com um ataque de Rebecca sendo bloqueado. Além disso, Graudina fez um ace, e a dupla da Letônia abriu 4 a 1. As brasileiras tiveram muita dificuldade na recepção, o que as impediu de ter bons ataques. O passe sempre estava distante da rede fruto do saque sempre forçado da dupla adversária – não à toa ela errou mais (6 a 3) e também fez mais aces (3 a 1). Com isso, as letãs foram abrindo vantagem.

A maior diferença chegou a 11 a 5. O Brasil, além da dificuldade ofensiva, não conseguiu ser efetivo no bloqueio. Ana Patricia só conseguiu um, por exemplo. Sem dificuldade, portanto, a Letônia fechou o primeiro set em 21 a 15.

Segundo set

 

Atrás no placar, o Brasil mudou a atitude. Teve postura mais agressiva. Com isso, conseguiu pela primeira vez na partida estar na frente do placar e, no começo, abriu 3 a 1. O saque foi mais forçado, o que gerou dois erros seguidos na recepção de Graudina. Àquela altura, a vantagem era de cinco pontos.

Ana Patricia melhorou no bloqueio e quatro pontos neste fundamento. O Brasil encaminhou a vitória no 15 a 9. A concentração das letãs mudou tanto que Kravcenoka cometeu um erro bobo ao tentar uma bola de segunda. No fim, o Brasil fechou com muita facilidade em 21 a 12.

Terceiro set

 

Rebecca errou o primeiro saque, porém, se recuperou com um excelente ataque: 1 a 1. Um mau ataque de Ana Patricia deu a vantagem à dupla adversária no placar, mas duas ótimas defesas de Rebecca permitiram ao Brasil igualá-lo em 4 a 4. A irregularidade entre acertos e erros continuou no lado brasileiro, que viu as letãs abrir 9 a 6.

O bloqueio que funcionou anteriormente, passou em branco. Então, as brasileiras passaram a arriscar mais. Deu certo. Erro na devolução de Kravcenoka e uma condução de Graudina permitiram o Brasil empatar em 12 a 12 depois de estar três pontos atrás. Mas aí a irregularidade voltou a comprometer. Ana Patricia errou na recepção e Rebecca no ataque: 15 a 12 para as adversárias.

.

.

.

Fontes: Ge – Globo Esporte.

mais lidas