Destaque Principal Política

Ampliação de linha de trem de SP recebe repasse de R$ 151,7 milhões

Redação
Escrito por Redação

Ligação entre Osasco e São Paulo terá duas novas estações

O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, participou nesta sexta-feira (17) de solenidade para autorização da extensão da Linha 9 – Esmeralda, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), em São Paulo. Canuto participou da assinatura para a liberação por parte do ministério, de R$ 151,7 milhões do governo federal na futura Estação Mendes, no Jardim São Rafael, zona sul da capital. Os investimentos serão usados na construção desta e de mais uma nova estação na ligação entre a cidade de Osasco (SP) e a capital paulista.

“Foram repassados [nessa autorização] mais de R$ 100 milhões que vão garantir a continuidade dessa obra sem interrupções. Essa expansão vai trazer qualidade de vida, é menos de uma hora no trajeto. A população tem direito àquilo que merece, que é poder se deslocar e voltar para sua casa com segurança e qualidade”, disse o ministro.

O valor total do contrato é de R$ 950 milhões, sendo que até o momento o investimento do governo estadual foi de R$ 445 milhões e o do governo federal de R$ 363 milhões, informou o secretário de Transportes Metropolitanos Alexandre Baldy.

“Essa estação vai gerar um benefício na sua primeira etapa de conclusão para 100 mil brasileiros que residem aqui no extremo da zona sul da capital de São Paulo e, ao ser concluída na sua plenitude, mais de 300 mil brasileiros serão beneficiados”, disse o governador de São Paulo, João Doria.

O governador ressaltou que até julho de 2020 todas as obras paradas em São Paulo serão retomadas. “Seja Rodoanel, rodovia, metrô estarão reiniciadas, algumas com recursos do governo federal, outras com recursos do governo estadual, outras com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento e Banco Mundial, mas todas serão retomadas”.

Os investimentos do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) apoiam a construção de duas novas estações na ligação entre a cidade de Osasco (SP) e a zona sul da capital paulista, beneficiando 110 mil usuários por dia. Com previsão de conclusão para 2021, o tempo de deslocamento entre os pontos de saída e de chegada será reduzido em uma hora, com potencial de atendimento de 800 mil pessoas em todo o percurso da Linha 9 – Esmeralda.

A Linha 9-Esmeralda tem conexão com o metrô nas estações Santo Amaro (Linha 5-Lilás) e Pinheiros (Linha 4-Amarela) e com a Linha 8-Diamante da própria CPTM, nas estações Osasco e Presidente Altino. Também há integração com ônibus nas estações Grajaú, Jurubatuba, Santo Amaro, Morumbi, Berrini, Pinheiros e Osasco.

 

 

 

AGÊNCIA BRASIL

Sobre o autor

Redação

Redação

%d blogueiros gostam disto: