Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Dia a Dia

Alunas protestam contra professor que filmou estudante no banheiro

Publicado

em

Alunas protestam contra professor que filmou estudante no banheiro

Universitárias se pintaram de vermelho e usaram faixas na boca.
Aluna da UFMT denunciou professor após ser filmada no banheiro do campus.

Estudantes da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) no campus Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, protestaram na quinta-feira (22) contra um professor suspeito de filmar uma aluna enquanto ela usava um banheiro na instituição. As universitárias se pintaram de vermelho e usaram faixas na boca para protestar contra o desrespeito às mulheres. A UFMT informou que recebeu a denúncia do caso e deve tomar as medidas necessárias.

As universitárias protestavam contra um professor de medicina da instituição que teria filmado uma aluna dentro banheiro. A estudante procurou a polícia para denunciar o caso.

O protesto foi realizado em meio às comemorações do aniversário de 40 anos do campus naquele município. Com o corpo pintado de vermelho, as estudantes se mantiveram em silêncio. Na boca, faixas com a frase “o silêncio aterroriza” simbolizavam os casos de violência que não são denunciados.

De acordo com a delegada Lígia Pinto da Silveira Avelar, da Polícia Civil, a aluna da UFMT procurou a polícia e relatou que ela estava na faculdade e resolveu usar o banheiro. Quando estava na cabine individual e já havia tirado a roupa, percebeu que havia um celular embaixo da porta. “Nesse momento, ela se levantou e disse empurrou a porta do banheiro”, disse a delegada.

Universitárias se pintaram de vermelho e usaram faixas na boca (Foto: Reprodução/TVCA)

Universitárias se pintaram de vermelho e usaram faixas na boca (Foto: Reprodução/TVCA)

A aluna relatou que não viu ninguém dentro do banheiro, mas que decidiu esperar do lado de fora até que a pessoa saísse. Pouco tempo depois, ela contou que o professor saiu de dentro do banheiro feminino, usando o telefone. A estudante o confrontou e pediu que ele apagasse as imagens.

“O professor admitiu à aluna que estava filmando e alegou que tem problemas, que já havia feito isso antes, mas que iria apagar as imagens do celular”, afirmou a delegada.

A polícia ainda não localizou o professor. Segundo a delegada, ele deve responder a um Termo Circunstanciado de Ocorrência por importunação ofensiva ao pudor.

mais lidas