Siga nossa Redes

Sem categoria

ALÔ – Porteiro pode ser convocado para novo depoimento

Redação

Publicado

em

ALÔ - Porteiro pode ser convocado para novo depoimento

O funcionário do condomínio onde o presidente Jair Bolsonaro tem casa, já afirmou por duas vezes que Bolsonaro autorizou a entrada de suspeito.

O Ministério Público decidiu que quer novo depoimento do porteiro que teria dito que o então deputado federal Jair Bolsonaro teria autorizado a entrada de Élcio Queiroz, um dos acusados de matar a vereadora Marielle Franco, no condomínio Vivendas da Barra, onde os Bolsonaro têm residência.

Acusado de mentir em seus dois depoimentos anteriores, o porteiro, que até agora não teve seu nome revelado, pode ser convocado novamente. Nos dois depoimentos que já prestou, o funcionário do condomínio teria dito às promotoras do caso que, em 14 de março de 2018, Queiroz teve sua entrada no condomínio liberada pela casa 58, que pertence ao presidente Jair Bolsonaro.

Por Jair Viana – Diário de São Paulo

Publicidade

mais lidas