Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

Acusados de matar jovem em bar vão a júri popular em Fernandópolis

Publicado

em

Acusados de matar jovem em bar vão a júri popular em Fernandópolis

Crime aconteceu há um ano na saída de um bar.
Dois jovens vão ser julgados pela morte de Luís Cláudio Assis.

Dois jovens acusados de matar um rapaz e ferir outro a facadas durante uma briga em um bar de Fernandópolis (SP), há um ano, estão sendo julgados nesta quinta-feira (2) em um júri popular no fórum da cidade.

O crime aconteceu em fevereiro de 2016 e assustou os moradores da cidade. Os dois rapazes foram esfaqueados. O que não resistiu, Luís Cláudio Assis Pereira, tinha 22 anos, era morador de Votuporanga (SP), e foi ferido com golpes de faca durante uma briga que envolveu mais de 30 pessoas. Um amigo dele também foi ferido, mas sobreviveu.

O júri começou por volta das 10h30 e deve terminar nesta quinta-feira mesmo, mas sem horário para finalizar. A primeira testemunha ouvida foi uma investigadora de polícia, ouvida pela acusação e deu detalhes sobre o inquérito e os envolvidos na ação. Durante o depoimento foi mostrado um vídeo que flagrou a briga.

Acusados durante o júri em Fernandópolis (Foto: Reprodução/TV TEM)

Acusados durante o júri em Fernandópolis (Foto: Reprodução/TV TEM)

O caso
O crime aconteceu em frente a um bar que fica no centro de Fernandópolis. As câmeras de segurança registraram parte da confusão. Segundo testemunhas, tudo começou dentro do bar, quando Luís Cláudio esbarrou em outro rapaz, ao sair do banheiro. Eles discutiram, e o tumulto aconteceu.

Mais de 30 pessoas se envolveram na briga, que só foi controlada com a ajuda de alguns amigos. Os jovens então saíram do bar, e a briga recomeçou do lado de fora. Imagens feitas com celular mostram os rapazes se agredindo na calçada bem em frente.

Luís Cláudio levou duas facadas, foi socorrido, mas não resistiu. Outro jovem, amigo dele, também foi esfaqueado, e sobreviveu. As imagens feitas por testemunhas e também pelas câmeras de segurança do bar foram anexadas ao processo e ajudaram a polícia a identificar os dois acusados pelo crime.

mais lidas