Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

87 anos depois… Federação Paulista reconhece o Juventus como campeão paulista de 1934

Publicado

em

87 anos depois... Federação Paulista reconhece o Juventus como campeão paulista de 1934

Moleque Travesso passa a fazer parte da galeria de campeões do estadual; conheça a história do torneio que teve a equipe jogando com o nome de Fiorentino

Um dos clubes mais tradicionais de São Paulo, o Juventus tem um estádio que é patrimônio da cidade, inúmeros jogadores revelados, diversos personagens marcantes e o carinho de todas as torcidas. Se faltava um título importante para coroar tudo isso, agora não falta mais.

A Federação Paulista de Futebol reconheceu oficialmente nesta quinta-feira o Juventus como campeão paulista de 1934. Em cerimônia realizada em sua sede, a entidade entregou ao presidente do clube, Antonio Ruiz Gonsalez, uma placa constatando o título. O troféu, que já faz parte da galeria do Moleque Travesso, também esteve presente no evento.

Juventus recebe reconhecimento da FPF por título do Campeonato Paulista — Foto: Felipe Ruiz

Juventus recebe reconhecimento da FPF por título do Campeonato Paulista — Foto: Felipe Ruiz

A partir de agora, os registros históricos oficiais do futebol paulista passarão a ter o Juventus como campeão paulista daquele ano, ao lado do Palestra Itália, que hoje é o Palmeiras.

Na noite desta quinta, a Federação Paulista lançará o livro “125 Anos de História – A Enciclopédia do Futebol Paulista”. É a partir da existência desta publicação que o Juventus passará a ser considerado oficialmente como campeão paulista.

Além do Moleque Travesso, o Albion, time que já foi extinto e hoje não tem qualquer resquício de sua existência, também passa a ser considerado campeão paulista de 1933, ao lado do Palestra Itália.

Jogadores e dirigentes que conquistaram o título paulista de 34 na Rua Javari — Foto: Divulgação

Jogadores e dirigentes que conquistaram o título paulista de 34 na Rua Javari — Foto: Divulgação

Dois campeões no mesmo ano?

 

Para entender como isso é possível, é preciso voltar no início dos anos 30, quando o Campeonato Paulista era organizado pela APEA (Associação Paulista de Esportes Atléticos). Naquele momento, o futebol ainda era um esporte amador.

Porém, em 1933 alguns dos principais clubes do estado passaram a implantar um regime profissional com seus jogadores, algo que foi apoiado pela APEA. Por outro lado, a Confederação Brasileira de Desportos, órgão máximo do futebol e filiada à Fifa, foi radicalmente contra.

Juventus recebe reconhecimento da FPF por título do Campeonato Paulista de 1934 — Foto: Felipe Ruiz

Juventus recebe reconhecimento da FPF por título do Campeonato Paulista de 1934 — Foto: Felipe Ruiz

Dessa forma, a CBD desfiliou a APEA e incentivou a criação de uma nova liga. Alguns clubes ficaram ao lado da Confederação e acabaram criando a Federação Paulista de Football, que seria a entidade máxima do futebol paulista e responsável pela liga oficial.

O estado passou a ter, então, dois campeonatos paulistas: o da FPF, que era com times amadores, mas considerado o oficial pela CBD, e o da APEA, com as equipes que implantaram o profissionalismo, considerado o não-oficial.

E foi essa competição oficial da FPF que o Juventus conquistou em 1934 e acaba de ser reconhecida como título paulista (o Palestra Itália ganhou o Paulista organizado pela APEA, também reconhecido atualmente pela FPF). Aliás, o time venceu o torneio com o nome de Clube Atlético Fiorentino.

Como havia se profissionalizado no mesmo ano, o Juventus mudou de nome e escudo para poder disputar o campeonato amador, mas manteve todos os jogadores e estrutura. Assim, o time foi a campo como Fiorentino.

Placa da FPF mostra: Juventus foi campeão paulista em 1934 — Foto: Felipe Ruiz

Placa da FPF mostra: Juventus foi campeão paulista em 1934 — Foto: Felipe Ruiz

A campanha do título

 

O Clube Atlético Fiorentino teve uma campanha perfeita no Campeonato Paulista Amador de 1934. Foram sete vitórias e um empate, além de outras três vitórias por W.O.

No jogo que garantiu o título, o Fiorentino venceu a Ponte Preta, por 5 a 3, na Rua Javari, com gols marcados Euvaldo, Euclydes, Raul, Bellacosa e Moacyr.

Taça do Campeonato Paulista Amador de 1934, vencido pelo Fiorentino — Foto: Divulgação

Taça do Campeonato Paulista Amador de 1934, vencido pelo Fiorentino — Foto: Divulgação

A conquista da competição credenciou a equipe a disputar a decisão do Campeonato Estadual contra a Ferroviária de Pindamonhangaba, campeã amadora do interior.

O Fiorentino venceu a partida de ida, fora de casa, por 5 a 0, e sacramentou a conquista com mais uma vitória na Rua Javari, por 3 a 1.

Já em 1935 o Juventus retomou o profissionalismo e passou a jogar novamente com o seu nome atual.

Pedido de reconhecimento

 

O Juventus lutava pelo reconhecimento do título paulista de 1934 há alguns anos. Em 2018 o então presidente do clube, Domingos Sanches, esteve na sede da Federação Paulista e pediu isso ao presidente Reinaldo Carneiro Bastos.

Na ocasião, o dirigente juventino entregou diversos documentos em dossiê elaborado por um conselheiro clube, na tentativa de comprovar que a conquista deveria ser considerada oficial, algo que passa a valer a partir de agora.

.

.

.

Globo Esporte

mais lidas