Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

21 jogos, 21 escalações: Cuca jamais repetiu o time em três meses de Santos

Publicado

em

21 jogos, 21 escalações: Cuca jamais repetiu o time em três meses de Santos

Técnico tem base da equipe montada, mas costuma testar diversas opções, principalmente no ataque

É inegável que Cuca tem a base da equipe do Santos definida. Isso, porém, não quer dizer que o técnico não goste de rodar o time e testar opções táticas para surpreender o adversário. Talvez seja por isso que, nos 21 jogos em que esteve à frente do time desde seu retorno ao Santos, há pouco mais de três meses, Cuca jamais repetiu uma escalação sequer.

Foram 21 times diferentes escalados desde 1º de agosto, quando Cuca fez sua estreia contra o Cruzeiro (derrota por 1 a 0, na Vila Belmiro, pelas quartas de final da Copa do Brasil) – veja todas as escalações abaixo.

De lá para cá, foram muitas mudanças no sistema defensivo, principalmente por lesões e suspensões (hoje, Luiz Felipe e Gustavo Henrique são os titulares), e também no ataque. O setor ofensivo, até hoje, é motivo de dor de cabeça boa para o treinador, visto que há muitos jogadores da posição no elenco.

Na frente, Gabigol e Rodrygo são titulares incontestáveis. A terceira vaga do ataque segue sem um membro cativo. Bruno Henrique e Derlis González são os mais utilizados por Cuca, que também já deu chances para Arthur Gomes e Eduardo Sasha.

O setor mais bem definido do time é o meio-campo, onde Alison, Carlos Sánchez e Diego Pituca são os donos da posição.

Para o jogo contra a Chapecoense, na próxima segunda, às 20h (de Brasília), no Pacaembu, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, Cuca terá de utilizar sua 22ª escalação diferente. Isso porque já tem ao menos quatro desfalques certos: Victor Ferraz, Diego Pituca e Gabigol, suspensos, e Luiz Felipe, diagnosticado com lesão muscular de grau 1 na panturrilha direita.

Os prováveis substitutos são Lucas Veríssimo, Daniel Guedes, Bryan Ruiz e Eduardo Sasha. Cuca terá a semana toda para definir o time que levará a campo contra a Chapecoense. O Peixe é o sétimo colocado do Brasileirão e tem 46 pontos, mesma quantidade do Atlético-MG, o último clube da zona de classificação para a Libertadores.

Veja abaixo as 21 escalações utilizadas por Cuca:

Santos 0x1 Cruzeiro

Vanderlei; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, David Braz e Dodô; Alison, Diego Pituca e Renato; Bruno Henrique, Gabigol e Rodrygo

Botafogo 0x0 Santos

Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Renato e Carlos Sánchez; Rodrygo, Gabigol e Bruno Henrique

Ceará 1×1 Santos

Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Jean Mota; Alison, Diego Pituca e Carlos Sánchez; Bruno Henrique, Yuri Alberto e Rodrygo

Atlético-MG 3×1 Santos

Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Luiz Felipe e Dodô; Alison, Diego Pituca e Jean Mota; Bruno Henrique, Gabigol e Rodrygo

Cruzeiro 1×2 Santos

Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Luiz Felipe e Dodô; Renato e Diego Pituca; Arthur Gomes, Bruno Henrique e Rodrygo; Gabigol

Santos 3×0 Sport

Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Carlos Sánchez e Bryan Ruiz; Derlis González, Gabigol e Eduardo Sasha

Independiente 0x0 Santos

Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Dodô; Alison e Carlos Sánchez; Derlis González, Rodrygo e Bruno Henrique; Gabigol

Santos 2×0 Bahia

Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Dodô; Diego Pituca, Carlos Sánchez e Derlis González; Bruno Henrique, Gabigol e Rodrygo

Santos 0x0 Independiente

Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Diego Pituca; Alison e Carlos Sánchez; Derlis González, Rodrygo e Bruno Henrique; Gabigol

Vasco 0x3 Santos

Vanderlei; Victor Ferraz, Robson Bambu, Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Diego Pituca e Carlos Sánchez; Eduardo Sasha, Gabigol e Rodrygo

Vanderlei; Victor Ferraz, Robson Bambu, Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Diego Pituca e Jean Mota; Rodrygo, Gabigol e Eduardo Sasha

Paraná 0x2 Santos

Vanderlei; Victor Ferraz, Robson Bambu, Gustavo Henrique e Dodô; Yuri, Diego Pituca e Bryan Ruiz; Derlis González, Gabigol e Bruno Henrique

Santos 0x0 São Paulo

Vanderlei; Victor Ferraz, Robson Bambu, Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Carlos Sánchez e Diego Pituca; Derlis González, Gabigol e Rodrygo

Cruzeiro 2×1 Santos

Vanderlei; Victor Ferraz, Robson Bambu, Luiz Felipe e Dodô; Alison, Carlos Sánchez e Diego Pituca; Rodrygo, Gabigol e Bruno Henrique

Santos 1×1 Vasco

Vanderlei; Victor Ferraz, Robson Bambu, Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Carlos Sánchez e Diego Pituca; Rodrygo, Gabigol e Bruno Henrique

Santos 1×0 Atlético-PR

Vanderlei; Victor Ferraz, Robson Bambu, Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Carlos Sánchez e Diego Pituca; Rodrygo, Eduardo Sasha e Bruno Henrique

Vitória 0x1 Santos

Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Carlos Sánchez e Diego Pituca; Derlis González, Gabigol e Bruno Henrique

Santos 1×0 Corinthians

Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Dodô; Yuri, Carlos Sánchez e Diego Pituca; Arthur Gomes, Gabigol e Bruno Henrique

Internacional 2×2 Santos

Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Carlos Sánchez e Diego Pituca; Rodrygo, Gabigol e Bruno Henrique

Santos 3×0 Fluminense

Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Robson Bambu e Dodô; Alison, Carlos Sánchez e Diego Pituca; Rodrygo, Gabigol e Bruno Henrique

Palmeiras 3×2 Santos

Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Carlos Sánchez e Diego Pituca; Derlis González, Gabigol e Rodrygo

mais lidas